Páginas

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Oba, hoje tem jogo do Santos!


Atualmente os torcedores santistas não vão mais ao estádio torcer por uma vitória de seu time do coração. Eles vão mesmo na intenção de ver mais um espetáculo proporcionado pela trupe comandada por Robinho, Neymar e Ganso. A grande pergunta antes de um jogo da equipe de Vila Belmiro é: “De quanto o Santos vai ganhar hoje?”, pois no Paulistão 2010 o Peixe ainda não teve adversário à altura e há quem diga que só o Barcelona, da Espanha, vem jogando tão bonito quanto o time da Baixada Santista.

Praticando o futebol arte, não é à toa que a equipe foi a primeira a se classificar para o quadrangular final do Paulista e a passar fácil para a fase de mata-matas da Copa do Brasil. Tomara que algum time engrosse o caldo do Peixe daqui pra frente, porque até agora praticamente todas as equipes que tentaram bater o Santos no torneio estadual só levaram pancada – foram 19 jogos, com 15 vitórias, dois empates e apenas duas derrotas. No torneio nacional o desempenho tem sido ótimo também, regado a sonoras goleadas.

O time vem jogando tanto que até programas de grande audiência da TV Globo levaram os meninos da Vila como atração principal. No dia 5 de abril, 11 jogadores, entre eles, Robinho e Neymar, juntamente com o técnico Dorival Junior e o presidente da equipe, Luís Álvaro Ribeiro, participaram do “Programa do Jô”. No dia seguinte, a molecada fez a farra no “Casseta e Planeta”, exibindo seu acervo de “dancinhas” comemorativas a cada gol do Peixe.

O resgate ao passado e as comparações com o time santista da década de 60, comandado por Pelé, Coutinho e Pepe, eram inevitáveis. Os meninos da Vila jogam pra frente, da mesma forma que seus antecessores. Se antes eram só os torcedores que faziam as comparações, agora foi a vez do atual astro da Vila. “O Santos está se reencontrando e, se Deus quiser, faremos a mesma trajetória do Rei Pelé”, declarou o atacante Neymar, após a goleada por 10 a 0 sobre o Naviraiense, do Mato Grosso, no dia 10 de março, pela Copa do Brasil.

Pelé, por sua vez, mostra preocupação com o futuro do garoto e, em entrevista à Agência Estado, afirma que Neymar é um jogador diferenciado, mas já está sendo muito assediado pelos empresários. O Rei disse também que não aprova o salário de R$ 80 mil mensais pago atualmente pelo Santos ao jovem - houve uma renovação de contrato recentemente. "Ele ainda é muito novo. É um valor muito maior do que ganhávamos na minha época", lembra.

Já que as questões financeiras entraram em pauta, vale ressaltar que o Santos gasta um total de R$ 2,5 milhões mensais com seus jogadores, segundo a Folha de S. Paulo. Robinho, por sua vez, não entra na folha de pagamento do time; seu salário é pago por um grupo de investidores. Contudo, a equipe da Vila Belmiro remunera bem menos, comparada a outros clubes mundo afora. O Barcelona, atual melhor time de futebol do planeta, gasta R$ 12,3 milhões por jogador ao ano, sendo o terceiro clube no ranking dos que remuneram melhor seus atletas. Perde para o time de basebol norte-americano New York Yankees, que paga R$ 14 milhões por jogador anualmente e pela outra equipe de futebol espanhola, o Real Madri, com R$ 12,6 milhões por ano, segundo estudo feito pelo site Sporting Intelligence.

Comparações salariais à parte, a relação custo-benefício do time santista tem sido louvável. Porém, se a garotada do hambúrguer for eliminada na fase final do Paulista e da Copa do Brasil, todo o trabalho pode já ser colocado à prova e os elogios darão lugar às críticas. No entanto, o Barça, que vem ganhando tudo atualmente, investe demais e não pára de renovar seu elenco com promessas dos mais variados paises. Pelo contrário, o Santos tem em seu time as grandes estrelas formadas na base, que provavelmente poderão fazer a alegria de outros clubes num futuro bem próximo, quiçá do próprio Barcelona, já que o futebol europeu é o grande sonho das revelações tupiniquins. Pena, pois na Baixada Santista tem espetáculo no meio e nos finais de semana. As cortinas se abrem toda vez que os jovens do Peixe pisam no tapete verde da Vila e só se fecham depois do apito final do juiz. Enquanto isso, a trilha sonora se resume em três letras: G-O-L, repetidas muitas vezes durante os 90 minutos de uma partida do time.

6 comentários:

Cidão disse...

Hahaaa mto bom o texto, gostei!! Porém tenho uma crítica !
O Santos teve sim um adversário a altura, foi o meu Verdão que tacou 4 la na vila !! ta certo que a campanha do Palmeiras foi horrível, mas ganhar do Santos na vila por 4 gols não é pra qq um hoje em dia ;)

%¢¬F£Rn@nDo%¢¬ disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fernando disse...

Gostei do texto pela imparcialidade,embora nao torça pro Santos, você nao feez criticas destrutivas,isso é muito bom.

Anônimo disse...

Concordo com o "Cidão", por mais que a campanha não tenha dado resultado nenhum, o verdão não amarelou e a dancinha não foi muito longe no clássico. Mas é isso ae, os caras jogam muito mesmo e a cada dia que passa parece que para eles fica ainda mais fácil de jogar!

www.f89online.blogspot.com

Taciane disse...

Um texto imparcial muito bom!
Mas contra o Palmeiras o santos não brilhou tanto (ta meu comentario nada imparcial)


Booom, Parabéns

guilherme disse...

É apesar de não ser santista vale a pena assistir os jogos, e agora contra o meu time vai dar mais gosto ainda, é só torcer pra não levar um baile da "mulecada"...rsrsrs...parabens pela reportagem ...abraço