Páginas

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Os espinhos da 'imperfeição'

Durante a Era Glacial, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor. Por isso decidiram se afastar uns dos outros e, sozinhos, voltaram a morrer congelados. Então precisavam fazer uma escolha: ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com alguém muito próximo podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. E assim sobreviveram...

O melhor relacionamento não une indivíduos “perfeitos”, mas sim, aqueles que aprendem a conviver com os defeitos do outro, conseguindo enxergar qualidades em uma pessoa que talvez até ela própria não tivesse reparado que pudesse ter. Somente o amor ao próximo é capaz de atrair opostos, e os envolvidos jamais devem sequer pensar em mostrar superioridade perante o outro. Com humildade e levando sempre um sorriso estampado na cara, pessoas especiais se aproximarão de você, sem que você precise partir numa busca incessante por elas.

Só tome um pouco de cuidado quando as pessoas especiais começarem a se aproximar. Você, homem ou mulher, não vá achando que outra pessoa se aproxima somente em busca de um caso ou por algo material que tu podes lhe oferecer, talvez o indivíduo seja atraído pela sua aura iluminada no amor, e de você, queira somente compartilhar ideias e sorrisos. Não confunda a gentileza da pessoa legal, que está ao seu lado neste momento, com o famoso “dar mole” ou “pagar pau”, fazer-se difícil sem antes saber as verdadeiras intenções de quem você atraiu pode se transformar numa barreira, e você parecerá e muito com uma estrelinha solitária, incapaz de formar uma constelação com quem está ao seu redor.

Em resumo, para a sobrevivência da comunidade é necessário que os indivíduos aceitem os espinhos da "imperfeição" de seu próximo. Sendo assim, finalizo com uma frase do médico kardecista Bezerra de Menezes: “Solidários, seremos união. Separados uns dos outros seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos”.

7 comentários:

Cintia Ferreira disse...

Olá..como sempre vc mandando muito bem. A idéia e o textos são òteemos. rs Mas posso dar uma diga?
"Tu podes" e "pagar pau" não combinam em um mesmo texto..são estilos muito diferentes de escrita.

Té mais Juanito ..

bjoo

Dayane Soares disse...

Que bonito!!

E de fato, a questão de confundir sentimentos muito acontece.

- Mesmo sem ser poesia - me soou poético. Gostei.

Thayla Ramos disse...

Uau!rs
Ótimo post Juan, a analogia com a história do porco espinho ficou massa... Belas palavras!

Beijos.

Hanna disse...

Juan!
Também gostei da analogia com o porco-espinho hehehe.
Os animais tem disso, aceitam as imperfeições dos companheiros... e nós nem sempre!

Caramba gostei bastante, fiquei pensandooo, pensando...
A frase final... me cativou rs
bjooos menino!!

Johannes Dudeck disse...

O texto mais lindo que já li em um blog. Parabéns. O mundo precisa aprender isso,nós precisamos aprender essa lição,somente assim poderemos evoluir...Em todos os sentidos. Show de bola. valeu!

evy disse...

Bom amar é aceitar?… quando o assunto em questão é o amor ou a forma como as pessoas encaram as relações sempre existe uma serie de opiniões.
Na realidade ninguém é perfeito... e as maioria das pessoas já começam as relaçoes tentando colocar o parceiro dentro de uma caixinha , entram em uma relação tentando moldar o outro conforme se deseja. Conforme tudo que sempre sonhou ..usam de meios e chantagens emocionais muitas vezes. Afinal quem nunca usou aquela velha frase “ tu que sabe” como se a culpa da queda das torres gemeas fosse culpa sua.
Muitas pessoas acomodam-se no erro , e acabam esquecendo muitas vezes o por que estão juntos, o que os fez se apaixonarem.
A base de tudo não é nem a aceitação e sim respeito e admiração, que você tem por outra pessoa , características que o levaram a gostar dela, saber respeitar o espaço do outro e fundamental, entender que antes de se envolverem essa pessoa tinha sua própria vida , amigos , pessoas , hábitos os quais para ela são importantes.
Você não pode entrar na vida de alguém e tirar o que essa pessoa já tinha , você tem que entrar na vida de alguém para acrescentar.
Entender que nem tudo é perfeito, que você não vive em um mundo cor de rosa e que quando morrer você não vai virar gliter.
Somos pessoas tao capazes de julgar o próximo não é mesmo? Porem de fato o que somos ?
Algumas pessoas perdem tanto do seu tempo, se preocupando em não mostrar o que sente , em não se envolver de mais , em não querer sofrer as mesmas dores , perdem tanto tempo vestindo uma armadura de ferro , se achando forte o bastante. E acabam esquecendo o preço que estão pagando por isso.
“Clarisse Lispector diz em um de seus textos : que a felicidade vem para aqueles que sofrem , para aqueles que choram , para aqueles que sabem dar valor as pessoas que passam por suas vidas”.

Pior do que não aceitar; é negar um sorriso a alguém. Se preocupe menos em julgar , entender , fugir , ocupe-se mais tentando viver , por que fortes não são aqueles que superam . Fortes são os que superam coisas ruins e ainda assim não perdem a fé no amor, que ainda assim não perdem a capacidade de sorrir!


Bom Juan seus textos como sempre são incriveis *__* e eu me orgulho muito em estar sempre aqui deixando minhas ideias !

Cada linha muito bem elaborada , muito bem escrita ! De modo que todos entendam , é um texto com muito bom humor. ^^ parabéns !

Taciane disse...

Nossa...

Que texto lindoo.
Relacionamentos não são feitos de pessoas perfeitaas.

adoreeei..

Parabéns, você ta escrevendo melhoor a cada texto, esse particularmente é o meu preferido, fala de pessoas,amizade,amor...

lendo ele me deu vontade de dizer:

"Eu te amo amigo"